Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

Tutorial

Wesley Paixão* - 13/02/2007

Lavanderia: Fábrica de Desejos

A transformação que leva ao sucesso

 

 

 

A crescente variação de sonhos e vontades dos consumidores traz para a lavanderia industrial desafios diários: desenvolvimento de produtos com velhas técnicas. A mudança traz um bombardeamento de novos estilos, roupagens e várias inovações ao mercado incomparável do jeanswear. 

 

Os principais tipos de lavagem na atualidade buscam os recursos da tecnologia têxtil unidos ao desenvolvimento dos olhares especiais dos químicos têxteis. Nesta fusão especial, existe a criação municiada à tecnologia, criando novos produtos, grande prova disso fica retratada nos tecidos de algodão beneficiados com mesclas de corantes à base de indigotina no urdume e, na trama, leves nuances de corantes reativos com níveis de solidez maiores e melhorados. Nesta mescla de classificações químicas entre corantes e insumos são geradas peças com valores agregados e inusitados.

 

Percebe-se que a grande tirada dos processos de desenvolvimento aposta ainda no tradicionalismo das peças artesanais, obtido com desgastes, puídos, mordidos, rasgados, sujos, levemente enrijecidos e, mais recentemente, com a fusão de estruturas entre planos e malhas.

 

Um carro-chefe do mercado de diferenciados hoje em dia é a aposta de nuances que tornem o degradê, uma suavidade potencial em peças com efeitos discretos abusando da estrutura das construções físicas no momento da padronagem. No passado, os tecidos com múltiplos títulos eram considerados de segunda qualidade, no entanto, os chamados ringados distribuem esta tendência e são a verdadeira coqueluche do momento juntamente com artigos de cores multiintercaladas, como os black-blue e os black-black.  

 

  

Wesley Paixão é químico industrial

 

Para entrar em contato, envie email:
redacao@gbljeans.com.br

fotos: Wesley Paixão