Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

Multimarcas

Redação* - 28/03/2013

Embalagens: a hora de encantar

Dedicar verba e tempo para escolher como os clientes vão levar as roupas que compram pode ser uma maneira a mais de investir em marketing

Sacolas ou embrulhos promocionais representam instrumento de difusão do nome da marca ou da loja no mercado. Ao passear pelos corredores de um shopping center carregando no braço uma sacola diferente funciona como atrativo comercial. Nem todos os lojistas pensam dessa forma, mas, os especialistas garantem que o apelo visual funciona e deveria ser melhor explorado pelos pequenos e médios lojistas. Para contribuir com essa avaliação, o GBLjeans reuniu uma série de fatores que deveriam ser considerados na hora de comprar embalagens que o consumidor vai levar para casa.

Impacto da primeira impressão

.: Embalar os produtos vendidos em pacotes atraentes e com sacolas funcionais deixa uma boa impressão em quem compra ou em quem recebe o presente. Por dedução, o consumidor avalia que há cuidado nos detalhes, a loja também será criteriosa com os produtos que vende. É um marketing indireto que dá resultado.

Efeito multiplicador
.: Sacolas plásticas ou de papel assumem múltiplas funções, que não só a de transportar o produto da loja para casa. Na maioria das vezes, especialmente no Brasil, elas são itens reutilizáveis. Algumas terminam no cesto da pia, mas, se forem vistosas e com a marca estampada nelas, serão exibidas como código de status social e atrair clientes fiéis. É normal os brasileiros guardarem as sacolas para usar depois, por isso, ter o nome da marca, o endereço e o telefone impressos é importante”, assegura Ricardo Mayer, consultor formado em Comunicação Visual e com pós-graduação em Gestão Estratégica de Embalagens e Engenharia de Embalagem.

Como comprar
:. Melhor não fazer estoque gigante, empatando capital em um item que não representa gênero de primeira necessidade, embora importante.
.: Ao escolher, prefira os modelos de caixa ou sacolas, especialmente de papel cartonado, que não sejam desmontáveis para não ocupar espaço no estoque e que, ao mesmo, tempo sejam simples de montar porque o funcionário não pode dedicar muito tempo à tarefa, principalmente, em épocas de grande movimento, como o Natal.
.: Se o espaço reservado ao estoque não for grande, fuja das caixas rígidas, ainda que bonitas e muito valorizadas pelos consumidores.

Preço
.: Não raro, o preço unitário baixo implica em volumes enormes, como no caso das sacolas plásticas do tipo padrão - branca e sem identificação. Dependendo do tamanho da loja e do giro, o pedido mínimo exigido pelo fabricante pode significar estoque de um ano.
.: Qualquer personalização representa custo adicional, seja em plástico ou papel. Ambos têm a mesma resistência para serem usados por uma loja de roupas. Enquanto uma sacola de plástico personalizada pode custar R$ 0,15 a unidade, comprada em volume, uma de papel pode chegar a R$ 2,00. Além do estoque, o lojista deve considerar o estilo que vai propagar. Sacolas plásticas com a estampa da marca são opção óbvias, por exemplo, para as grandes cadeias de roupas no varejo, como C&A e Renner, para compras corriqueiras. Mesmo elas, contam com opção de embalagens para presente personalizadas e em papel cartonado.

Escolher tamanhos
.: Não tem jeito. Uma loja de roupas sempre terá o desafio de comprar embalagens e sacolas em tamanhos para acomodar peças grandes e pequenas. A sugestão é dar uma boa avaliada no mix de produtos e optar por dois ou três tamanhos diferentes.

Conforto
.: Mayer alerta para evitar sacolas compridas demais – tanto na horizontal, quanto na vertical – que atrapalham para caminhar.
.: O consultor também explica sacolas de papel com alça vazada não são ideais. “É preciso pensar no conforto do cliente. Se a loja estiver localizada em shopping, por exemplo, dificilmente a pessoa saíra de lá com apenas uma sacola. E um modelo com alça vazada dificulta o manuseio para atender o celular ou para procurar as chaves do carro”, destaca. Na avaliação dele, as sacolas com a alça de cordão são as melhores opções, pois o cliente poderá jogá-las no antebraço.
.: Escolher embalagens para presentes que dispensam a necessidade de complementos pode representar economia, pois, dispensa o uso de sacola plástica para colocar dentro e o tempo gasto para montar um embrulho atraente.

Personalizar embalagens padrão
.: É uma alternativa válida, que deve ser considerada com cuidado.
.: Opções que demandam investimento: mandar imprimir a logomarca da loja (em papel ou plástico); mandar fazer etiquetas com nome da loja e telefone. etiquetas, que poderão ser usadas para lacrar a sacola ou coladas em outros lugares. Mais uma vez será necessário fazer as contas e verificar se vale a pena.
.: como reciclar faz parte da rotina dos brasileiros, algumas lojas vêm optando por sacolas feitas de pano – bem mais caras por dependerem de mão-de-obra de costura – ou as de não-tecido (TNT), que começam a ter opções ao tradicional saco fechado com fita.


*colaborou Flávia Toledo