Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

Comunidade iLtda

Redação - 13/07/2016

Renner capacita mulheres refugiadas no Brasil

Projeto oferece cursos na Escola de Costura que será realizada pelo Centro São José, em São Paulo, a partir desta semana com duração de dois meses.

Em uma iniciativa para oferecer alternativas profissionais a imigrantes, o Instituto Lojas Renner está oferecendo a mulheres vindas de Angola, Congo, África do Sul e Nigéria participarem da primeira turma da Escola de Costura para Refugiadas que será realizada pelo Centro São José, em São Paulo. Além das aulas de costura, que começaram na terça-feira, 12 de julho, elas receberão orientações sobre informática, empreendedorismo, saúde e segurança no trabalho no curso com duração de dois meses.

A iniciativa é parte do projeto Empoderando Mulheres Refugiadas, realizado em parceria com o Pacto Global, o ACNUR, a ONU Mulheres e o PARR – Programa de Apoio a Recolocação de Refugiados. De acordo com o Comitê Nacional para os Refugiados (CONARE), o país possui atualmente 8.863 refugiados reconhecidos, de 79 nacionalidades distintas (28,2% deles são mulheres).

Com 15 pessoas selecionadas pelos parceiros, esta primeira turma também contará com dois homens refugiados que têm interesse em aprender o ofício da costura industrial. O projeto do Instituto Lojas Renner pretende formar três turmas até o fim do ano.