Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

Verão 2018

Jussara Maturo - 25/11/2016

Paraguaçu amplia coleção

Fabricante de denim buscou desenvolver artigos de base elastizada, mas, que aceite efeitos agressivos de lavanderia.

Com o lançamento de quatro artigos, a Paraguaçu encerra o ano em que celebra sete décadas e meia. Fundado em 1941 e instalado na cidade mineira que deu nome à empresa, o fabricante têxtil especializou-se na produção de denim a partir de 1982, como está na Arvore do Jeans, criada pelo GBLjeans, que traz o ano de fundação das empresas nacionais do setor e quando entraram no mercado de denim ou sarja. As novidades são três artigos da linha Prime Denim, que congrega os produtos que disputam a faixa de jeans premium, e um da linha Original Denim, de tecidos básicos.

Conforme Mayara Torres, do marketing da Paraguaçu, com os novos desenvolvimentos a empresa buscou conciliar bases elastizadas que permitissem a aplicação de efeitos agressivos de lavanderia, como destroyed, com rasgos, puídos e desfiados. “Por isso, os três novos artigos da linha Prime têm composição apenas de algodão e elastano”, explica Mayara. Os três combinam 97% de algodão e 3% de elastano em bases de 9oz. O que muda é o alongamento. O Sky tem tingimento azul intenso sobre base com power de 58,6%, sendo o mais elástico deles. O blue black Action alcança 52% de elasticidade. Como o nome indica, o Total Black tem urdume preto e trama de elastano tinto em preto, com alongamento de 30%.

Na linha Original, a novidade é a versão em tingimento blue do Ideal, artigo lançado em maio com duas opções de tingimento – black ou black blue – que encontrou boa aceitação no mercado, observa Mayara. Segue a composição de 82% algodão, 16% poliéster e 2% elastano com power de 33% peso de 8oz. Com esse reforço de coleção, a Paraguaçu também firmou parcerias com fabricantes de aviamentos e lavanderias para confecção do mostruário, apresentado pelos representantes, e para compor o showroom.

Apesar dos percalços da economia, 2016 foi um ano bom para a Paraguaçu, no qual a empresa manteve capacidade de produção, com a expectativa de o mercado continuar a girar no mesmo ritmo em 2017.

GALERIA DE FOTOS

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4