Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Sábado, 21 de Outubro de 2017

Comunidade iLtda

Ana Luiza Mahlmeister - 03/03/2017

Projeto de complementação de renda capacita designers

Espaço Viver de Costura da UEMG forma mão de obra para a área de moda e vai desenvolver plataforma digital para troca de experiências.

O Viver de Costura, iniciativa de capacitação de mão de obra para o mundo da moda, criou um projeto de troca de conhecimentos e colaboração entre profissionais de costura e designers. A idéia surgiu em 2008 na UEMG (Universidade do Estado de Minas Gerais) em um espaço com máquinas de costura e mesas de desenho para treinar designers, modelistas e costureiras. Recentemente, com a participação no Lab Inovação na Cadeia da Moda, desenvolvido pelo Social Good Brasil em parceria com o Instituto C&A, o Viver de Costura está repensando sua proposta.

“A partir desse estágio no Lab surgiram idéias para melhorar a plataforma que compartilha máquinas de costura e outros equipamentos no espaço da universidade”, afirma Heloisa Nazaré dos Santos, coordenadora do projeto e da pós-graduação Lato Sensu da UEMG. Um dos obstáculos enfrentados, segundo Heloisa, é a perda de contato com as pessoas treinadas. Para divulgar o espaço e integrar os treinandos será desenvolvida uma plataforma online. Outro plano é fazer a locação do ateliê para marcas de moda e designers, ficando com porcentagem sobre a venda do produto.



O laboratório Viver de Costura começou na UEMG, mas a intenção é multiplicar esses espaços, inclusive em outros estados. “Pensamos em montar um contêiner equipado com máquinas de costura e sistemas de modelagem que poderia percorrer as periferias das cidades para capacitar pessoas interessadas na geração de renda”, explica Heloisa.

Desde 2008 o espaço na UEMG já capacitou mais de 100 pessoas, com idade de 16 a 83 anos. “Muitos aposentados fazem os treinamentos para continuar trabalhando e complementar a renda”, diz. Também está em análise, segundo Heloisa, capacitar interessados no sistema de modelagem digital da Modellagio, iniciativa que também participou do Lab Inovação na Cadeia da Moda.

O curso de capacitação do Viver de Costura é dividido em quatro módulos incluindo palestras temáticas, oficina de processo criativo, corte, costura e modelagem, orientação a projetos e tendências e empreendedorismo social.