Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Gestão

Redação - 03/04/2017

Hospital BP troca de uniforme em nova fase

Beneficência Portuguesa, de São Paulo, contratou a estilista Juliana Jabour para renovar o figurino de funcionários de quatro unidades de atendimento.

Mudar o uniforme dos funcionários de quatro de suas sete unidades de atendimento é a medida mais recente do plano de reposicionamento de marca em curso no hospital Beneficência Portuguesa, de São Paulo, há três anos. Desde novembro do ano passado, a instituição assumiu a marca BP, de contornos mais modernos, e também para ficar diferente de outras entidades de saúde que também operam como Beneficência Portuguesa em outros partes do país.

Para essa renovação dos uniformes chamou a estilista Juliana Jabour, que desenhou 69 modelos, que vão vestir funcionários do Hospital BP, do hospital BP Mirante, do BP Hospital Filantrópico e do BP Medicina Diagnóstica, além de modelos exclusivos para as promotoras que atuam nos eventos corporativos do grupo. A coleção com opções de inverno e verão foram apresentadas em desfile especial realizado no final do mês passado. São roupas para as áreas administrativas, recepção, apoio e equipes assistenciais, informou a instituição ao GBLjeans. Também contou que os uniformes das equipes de manutenção predial foram todos confeccionados em sarja.

A substituição começa pelo BP Mirante, hospital do grupo que atende convênios premium e particulares. A expectativa é até o final de maio concluir a mudança. Para a confecção dos uniformes, foi contratada a Pense Uniformes, acrescenta o grupo de saúde. Juliana Jabour respondeu pela definição da cartela de cores, aplicação da logomarca e diferenciação dos uniformes das unidades hospitalares da BP.

Composto por sete unidades de negócio – sendo quatro hospitais e três que contemplam outros serviços de saúde, de educação e pesquisa, o grupo BP mantém 7.500 colaboradores e 3.500 médicos, distribuídos por oito edifícios e cerca de 50 clínicas em dois bairros paulistanos: Bela Vista, onde estão concentrados os serviços privados, e da Penha, onde são oferecidos os serviços de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

GALERIA DE FOTOS (divulgação | Celina Germer)

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2