Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Quinta-feira, 24 de Agosto de 2017

Varejo

Jussara Maturo - 18/05/2017

Lucro da Riachuelo salta no trimestre

Ganhos da varejista controlada pela Guararapes representam quase três vezes mais ao anotado de janeiro a março do ano passado.

Ao anunciar o balanço do primeiro trimestre do ano, a Guararapes entusiasmou os investidores. Informou que o lucro líquido da companhia acumulou R$ 110,57 milhões, volume que representa praticamente três vezes mais que os R$ 36,9 milhões obtidos de janeiro a março do ano passado. A empresa dona da varejista Riachuelo atribui o bom momento à combinação do bom desempenho de vendas das coleções comercializadas no período, “a consistente melhora do nível de estoque, a estabilização da operação do novo centro logístico, a reposição das peças 100% por SKU e o menor volume de demarcações”.

A receita líquida também subiu, mas, nem tanto. Somou R$ 1,26 bilhão, que corresponde a alta de 4,6% sobre o faturamento do primeiro trimestre de 2016. As vendas da Riachuelo totalizaram R$ 872,2 milhões, aumento de 6,3% no período comparado. Para a companhia, os mercados do sudeste e do sul do país mostram reação de vendas. Mais fracos, para o norte e o nordeste, a varejista definiu ações específicas para atrair consumidores.



Durante o primeiro trimestre, a empresa investiu R$ 28,6 milhões, a maior parte aplicada na Riachuelo, dos quais R$ 13,3 milhões direcionados ao sistema de ecommerce, que entrou no ar em abril. Os investimentos não incluíram abertura de lojas. A rede continou com os 291 pontos que detinha em dezembro. De janeiro a março, a empresa produziu menos peças na Guararapes, com confecção de 8,6 milhões de itens, ante os 9 milhões do ano passado.

Também diminuiu o quadro de pessoal, tanto na rede de lojas quanto na confecção. Encerrou março com 36.203 contratados, dos quais 23.366 alocados na operação de varejo. Em março do ano passado, contava com 38.267 colaboradores.