Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

Economia

Jussara Maturo - 22/05/2017

Importação de denim dilata em abril

Sem refletir o impacto da crise que se abateu sobre o governo Temer, a balança comercial de jeans brasileira dava sinais de que as compras tendiam a crescer.

A entrada de denim importado no Brasil subiu de modo intenso em abril. O país importou U$ 1,7 milhão em tecidos dessa natureza no mês, retomando patamares que exibia quando o real não estava tão desvalorizado frente ao dólar. O movimento de alta começou em dezembro e explodiu em abril com aumento de 89%, praticamente dobrando em relação ao negociado em março, mostram dados publicados pelo ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Se a tendência de crescimento das compras persistirá depende dos desdobramentos que terá a recente crise que se abateu sobre o governo Temer, e que nessa semana já mexeu com a Bolsa de Valores e a cotação do dólar.



O volume de exportação de denim continua a flutuar, com altos e baixos, mantendo o desempenho exibido ao logo de 2016, mas, rodando o patamar que tradicionalmente exibia em 2014. Em abril, os embarque somaram US$ 3,39 milhões, queda de 8% sobre março, informam o levantamento da área de comércio exterior do ministério. Caso o real sofra desvalorização mais acentuada, o mercado ficará propenso a investir mais em vendas externas, como fez entre meados de 2015 e 2016.

SUPERÁVIT CAI
Diante da mudança de variáveis, ainda que continue superavitário, o mercado de denim viu encolher o saldo da balança comercial em abril. Caiu quase 40% sobre março, para registrar US$ 1,68 milhão.

SOBRE ABRIL DE 2016
Ao fazer a comparação com abril de 2016, o quadro ganha tons mais sombrios. A importação em igual mês do ano passado foi de apenas U$ 47,88 mil, frente à exportação de US$ 5,35 milhões.