Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Canal Digital

Jussara Maturo - 19/07/2017

Já ouviu falar em IwwIwwIw?

De acordo com pesquisa da Euromonitor, em 2017 o mundo digital vai se deparar mais e mais com consumidores impulsivos e em busca de gratificação imediata.

Depois do ‘see now, buy now’, a sopa de siglas que tratam do consumidor ganha mais uma. A partir de 2017, vamos ouvir falar de IwwIwwIw, do inglês ‘I want what I want when I want’ (algo como ‘quero o que quero e quando quero’). É uma classe de consumidores impulsivos, que buscam a gratificação imediata e que vivem no mundo digital. “Eles querem serviços para ontem e diálogo virtual em tempo real com as marcas que escolhem”, afirma o novo relatório global da Euromonitor sobre economia e consumidores em 2017.

O acesso móvel à internet tem exigido respostas e mudanças aceleradas nos modelos de negócios das empresas, que podem variar de entrega da compra em uma hora ou os varejistas transmitindo mensagens para consumidores que estejam próximos às suas lojas usando smartphone. O documento cita o caso da Amazon que, nos Estados Unidos, consegue entregar encomendas em 30 minutos, usando drones.



Na moda, esse comportamento imediatista já pressionou as marcas a tornar disponíveis as peças consideradas mais quentes logo após o desfile, porque esse consumidor não pretende esperar três meses para comprar. Em 90 dias, ele terá outros desejos a satisfazer, aponta o estudo.

ROUPAS ONLINE
Conforme avaliação da Euromonitor, o vestuário será um item bastante importante para o crescimento do comércio digital em 2017, enterrando o ceticismo em torno da idéia de vender roupas online. A Euromonitor International estima que a categoria que soma vestuário e calçados contribuirá com US$ 31,4 bilhões, em 2017, de um total avaliado em US$ 1,3 trilhão. Essa expansão digital será em grande medida impulsionada pela classe média em ascensão de países asiáticos, como China e Coréia do Sul.

Tem sido o uso crescente de dispositivos móveis com acesso à internet, como celulares e tablets, que tem provocado a mudança de patamar no comércio digital global.