Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Varejo

Jussara Maturo - 21/08/2017

Inbrands continua com prejuízo

Mesmo com as perdas diminuindo sobre o segundo trimestre do ano passado, a receita líquida continua a recuar, com queda de quase 21% no mesmo período.

Desde janeiro de 2016, a Inbrands opera no vermelho. Fechou o segundo trimestre de 2017 assinalando prejuízo líquido de R$ 28,82 milhões, que representa recuo diante das perdas registradas em igual período do ano passado, de R$ 43,53 milhões. Na mesma comparação, a receita líquida caiu 20,9% para R$ 139,31 milhões, informa o relatório ao mercado que acompanha o balanço financeiro da holding dona das marcas Ellus, Richards, Selaria, Salinas, Bobstore, VR, Herchcovitch;Alexandre, Mandi, e que distribui no Brasil a grife holandesa de jeans G-Star Raw, além de manter joint venture com a Tommy Hilfiger para a operação da marca americana no Brasil.



A companhia atribui o desempenho retraído entre outros fatores à desaceleração do volume de produtos comercializado no período de liquidação e ao aumento de preços e margens, medida que, em contrapartida melhorou o markeup frente ao indicador Same Store Sales (SSS). Já o prejuízo foi contido em relação ao segundo trimestre de 2016 “em função das ações de resgate de valor de nossas marcas e foco na rentabilidade de longo prazo”, descreve o comunicado aos investidores.

MUDANÇAS NA DIRETORIA
Na semana em que anunciou os resultados do segundo trimestre de 2017, a Inbrands também informou ao mercado alterações na formação da diretoria. Nove meses depois de assumir o comando da companhia, Nelson Alvarenga Filho, fundador da Ellus, renunciou ao cargo de diretor presidente, permanecendo como presidente do conselho de administração. Paulo José Marques Soares é o novo diretor presidente da companhia.

Engenheiro Mecânico formado pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), ele tem MBA pelo INSEAD, na França. O executivo acumula passagens por empresas como Ambev, Booz Allen&Hamilton, Telefônica, Ultragaz, Lojas Renner e Restoque.

Não foi a única mudança. Também Rafael Salvador Grisolia renunciou aos cargos de diretor administrativo e financeiro e diretor de relações com investidores, deixando a empresa. Em seu lugar assume, interinamente, Luís Carlos Meloni, atual diretor de suprimentos da companhia, que irá acumular as funções.