Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Sexta-feira, 20 de Outubro de 2017

Canal Digital

Redação - 23/08/2017

Google aponta tendências nas buscas de moda

Denim aparece como tecido preferido em calças ou bermudas e shorts em pesquisa que mostra ainda que o número de fiéis a marcas vem caindo desde 2015.

O Google apresentou em agosto a edição Primavera-Verão 2017/2018 do Google Fashion Trends, análise das tendências de busca que mostra o que as pessoas estão pesquisando na web quando o assunto é moda. O denim (chamado de jeans) aparece como tecido preferido nas buscas por calça ou bermuda e shorts. Saias jeans, lápis, de tule e midi também estão entre as preferidas. Na categoria vestido, os mais buscados são os de festa.

A pesquisa mostrou também que o número de clientes que se declaram fiéis a uma marca vem caindo desde 2015: a busca por grifes cresceu menos que a de produtos. Um indicador que subiu foi o interesse por roupas usadas que cresceu 97%, e 145% por conserto de roupas nos últimos dois anos, mostrando os efeitos da crise econômica.

As roupas esportivas estão em alta: as buscas por esse segmento cresceram 213% nos últimos dois anos, e por sapatos para a prática de esportes 268%. O interesse por saídas de praia também teve expansão expressiva no Brasil no último ano: 92% com destaque para os modelos de crochê e renda.

PREVISÃO PARA O SEGUNDO SEMESTRE

As perspectivas para o comércio eletrônico de moda, segundo a pesquisa, são promissoras. O estudo que consultou mil pessoas de todas as regiões brasileiras, de maneira online, mostrou que 89% das pessoas pretendem comprar roupas e calçados no segundo semestre de 2017. A maior parte mudou o padrão de consumo por conta da crise: 26% passaram a comprar roupas mais baratas do que costumava pagar, e 12% diminuíram a frequência de compras, mas seguem adquirindo suas marcas de preferência.

Outros 86% dos consumidores pesquisam mais do que faziam há dois anos antes de tomar a decisão, e 64% dos compradores online consultam preço em, pelo menos, três sites diferentes para comparar.

O Google diz que 43% dos que responderam a pesquisa sempre ou quase sempre compram mais dos que planejavam ante 31% que compram quando têm uma necessidade específica, como uma festa ou compromisso corporativo, sendo 23% quando precisa trocar algum item velho.

Segundo o estudo, 46% das pessoas preferem ver os produtos em um vídeo ou dentro de um contexto quando estão comprando moda e não apenas a foto do produto. Outros 77% das pessoas apontaram que conhecem pelo menos uma blogueira de moda.