Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Produção Limpa

Ana Luiza Mahlmeister - 29/08/2017

3JNS recicla peças compradas de suas coleções

Proposta da marca gaúcha é receber de volta sua linha de produtos quando o consumidor não quiser mais, e transformá-los em itens novos de segundo ciclo, deixando um crédito para uma nova compra.

Sustentabilidade na moda ainda é mais falada do que aplicada, por isso novas gerações de criadores testam conceitos e estudam formas de concretizar processos inovadores de produção. Com base na economia circular surgiu a 3JNS, marca de Porto Alegre (RS) lançada em julho, com a venda de jeans femininos por comércio eletrônico. O diferencial é que a consumidora compra uma peça nova, chamada de primeiro ciclo, e quando quiser mais pode devolver pelo correio por logística reversa. “Com isso a cliente recebe um crédito de 20% do valor atual da peça para fazer outra compra no site e esse item é refeito para ser vendido como roupa de segundo ciclo, indicado na etiqueta”, explica uma das idealizadoras da marca, Maria Fernanda Santin.

Ela e o sócio Jair Kievel largaram os empregos em grandes magazines para lançar o novo conceito na 3JNS. “A gestão dos fornecedores para obter preços baixos nos incomodava muito no mercado de fast fashion resultando muitas vezes em trabalho análogo ao escravo”, explica Fernanda. A produção da 3JNS é terceirizada para confecções certificadas e as peças usadas são retrabalhadas com lavagens, desgastes ou até refeitas completamente como uma nova peça, aproveitando apenas a matéria prima.

DENIM CIRCULAR
A cliente tem a opção de comprar pelo site e pegar ou trocar a peça na Pandorga, loja de Porto Alegre, que também oferece a coleção da marca, ou receber pelo correio. A idéia, segundo Fernanda, é receber peças de primeiro, segundo e terceiro ciclos, reaproveitando o denim que é muito resistente. “Nosso modelo de negócio é baseado no conceito da economia circular, no qual as matérias-primas retornam ao ciclo produtivo ao invés de serem descartadas, garantindo uma nova forma de consumo ainda mais consciente e ambientalmente sustentável”, explica Kievel.

A 3JNS tem como público alvo mulheres de 25 a 35 anos que gostam de peças com design clássico, independente de estações. “Parte da filosofia de economia circular é fazer moda que perdura no tempo”, explica Fernanda. A primeira coleção tem dez modelos entre calças, camisas e jaquetas de primeiro ciclo. Serão trabalhadas quatro coleções por ano além das entradas de peças de segundo ciclo que já farão parte da linha a partir de setembro, informa Fernanda.

Atualização: Marca esclarece que o prazo para devolução por parte do consumidor não precisa ser necessariamente de dois anos. O texto atual contempla a mudança.


GALERIA DE FOTOS

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4
  • Foto 5