Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Internacional

Redação - 13/09/2017

Archroma assume controle da M. Dohmen

O fabricante que desde 2014 detinha 49% do capital do concorrente elevou essa participação para 75% com planos de atuar de forma conjunta no mercado.

Entre os grandes fabricantes mundiais de corantes e outras especialidades têxteis, a Archroma anunciou que assumiu o controle acionário da M.Dohmen, mediante a aquisição de mais 26% do capital da empresa suíça que também produz corantes e produtos químicos para os setores de vestuário, automotivo e de carpetes. Em 2014, a Archroma comprara 49% do capital da M.Dohmen, como uma ação estratégica que manteria independentes as operações das duas empresas.

Ao controlar 75% das ações da companhia suíça, a Archroma disse que o arranjo permitirá que as empresas operem “como parceiros no atendimento ao mercado têxtil”. O anúncio da transação veio acompanhada de outras decisões. Alexander Wessels, CEO da Archroma, foi nomeado presidente do Conselho de Administração do grupo M. Dohmen, no lugar do fundador Manfred Dohmen, que permanecerá na empresa como conselheiro.

A M. Dohmen atende o mercado têxtil com produtos fabricados em plantas localizadas na Suíça, na Alemanha e na Coréia do Sul, além de manter escritórios comerciais nos Estados Unidos, na Coréia, na Alemanha, na Itália e na China.



ESTRÉIA NA PREMIÈRE VISION
O primeiro evento depois desse anúncio será na próxima semana durante a Première Vision Paris, nos dias 19, 20 e 21 de setembro, na França. O foco dessa participação de estréia da Archroma no salão de negócios será na divulgação do sistema Color Atlas, uma biblioteca que reúne 4.320 variações de cores, distribuídas em seis volumes, que conta também com uma versão online.

O estande da empresa fará referências ainda à linha de corantes biossintéticos EartgColors, ao acabamento repelente à água Smartrepel Hydro e ao processo avançado de tingimento denim, que visa economizar água e energia elétrica, reduzindo a quantidade de efluentes gerados na produção.