Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Economia

Jussara Maturo - 24/10/2017

Importação de denim alcança US$ 3 milhões

É o valor mais alto registrado pelo país desde outubro de 2014, sendo que a China forneceu cerca da metade desse volume de compras.

Diferentemente do bimestre anterior, em agosto e setembro as operações de comércio exterior envolvendo a venda de denim costumam ficar aquecidas. Não foi diferente em 2017. Contudo, a surpresa foram as importações em setembro que alcançaram US$ 3,33 milhões, o maior valor registrado desde outubro de 2014. De acordo com o sistema de acompanhamento do governo federal, a China foi o principal fornecedor de denim para o Brasil, respondendo por quase metade do valor importado, sustentando US$ 1,48 milhão, apenas em setembro.



As importações do tecido subiram expressivamente também em agosto em relação aos meses anteriores, somando US$ 2,93 milhões.

As exportações da mesma forma avançaram entre agosto e setembro, registrando por enquanto o pico do ano. Em agosto, o Brasil embarcou US$ 4,14 milhões em denim vendido ao exterior. Em setembro, esse volume praticamente se repetiu com ligeira melhora, para atingir US$ 4,19 milhões. O principal destino das vendas brasileiras são os países da América do Sul responsáveis por 87% do valor das exportações. A Argentina continua a representar o maior mercado para o denim brasileiro com compras avaliadas em US$ 1,42 milhão.

Apesar de enfraquecido, o saldo brasileiro com as operações de denim permanece positivo. Em agosto desceu a US$ 1,77 milhão e em setembro despencou para US$ 867 mil, o saldo mais baixo enfrentado pelo setor nos últimos três anos.