Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Seleção de Idioma

Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Internacional

Jussara Maturo - 24/10/2017

Expansão no mercado de químicos para jeans

Vendas globais deverão crescer 7,8% ao ano entre 2017 e 2025, impulsionadas pela demanda por novas gerações de enzimas e amaciantes, diz pesquisa americana.

Em 2016, o mercado mundial de químicos para acabamento do jeans teve faturamento estimado em US$ 1,19 bilhão, com previsão de crescimento importante. Entre 2017 e 2025, as vendas globais vão expandir a taxa de 7,8% ao ano quase dobrando, para alcançar US$ 2,21 bilhões daqui oito anos. A demanda por fórmulas especiais e mais avançadas para o acabamento de peças em denim, como calças, jaquetas, vestidos e acessórios sustentam essa evolução, diz pesquisa da consultoria americana Grand View Research.

O estudo avalia ainda que o crescimento previsto será favorecido pela expansão dos mercados de Ásia-Pacífico, a taxa esperada de 9,1% ao ano até 2025. No ano passado, a região foi a que mais faturou, com participação de 42% na receita global.



Em termos de produtos, a pesquisa indica que os amaciantes dominaram o segmento de produtos químicos destinados à produção de jeans com receita de US$ 247,7 milhões em 2016. Antimigrantes correspondem ao segundo maior segmento, com participação de 18%, que equivalem a cerca de US$ 200 milhões.

Entre os aspectos que deverão estimular a expansão, a pesquisa aponta para características de tecidos, como acabamentos repelentes a líquidos e manchas, denim super stretch (para modelagens mega aderentes ao corpo ou que proporcionem flexibilidade), e jeans colorido. E inclui aspectos de produção sustentável com insumos que demandem menos água no processo e sejam biodegradáveis.

Segundo a Grand View Research, mais da metade da receita global de 2016 foi gerada por seis companhias: Basf, Dow Chemical, Huntsman, Seydel Companies, Garmon Chemicals e Asutex, que juntas dominam de 65% a 70% do mercado.