Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Sábado, 22 de Setembro de 2018

Espaço Talento

Redação - 13/12/2017

Concurso de moda inclusiva divulga ganhadores

Realizado pelo governo do estado de São Paulo, evento anuncia que as peças criadas por Robertha Navajas ficaram em primeiro e terceiro lugar, e a de Iguia Telita Lima ficou em segundo.

Com desfile na noite de 9 de dezembro, na capital paulista, a 9ª edição do concurso internacional de Moda Inclusiva realizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo,  anunciou os vencedores. As peças criadas pela estilista Robertha Navajas, de Suzano (SP), ficaram em primeiro e terceiro lugar. Por esse desempenho, ela fará o estágio de um mês na Vicunha Têxtil, fabricante de denim e sarja que desde o início patrocina o concurso fornecendo também tecidos para os vencedores. A proposta da estudante Iguia Telita Lima, de Natal, no Rio Grande do Norte, ficou em segundo lugar.

"Eu busquei trazer o olhar da tecnologia para a moda. Sou diabética e tinha dificuldade em como carregar o aparelho para medir a glicose. Dessa minha necessidade surgiu a inspiração para buscar alternativas que auxiliem as pessoas. A versatilidade dos tecidos da Vicunha foi muito importante tanto para trazer movimento às modelagens quantos para os detalhes das peças", declarou Roberta Navajas, em comunicado do fabricante ao mercado.

O desfile final do concurso compôs a programação da a 2ª edição do MoDe, promovido pela Abepem (Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas em Moda) e a Inclusive, com exposição e workshop do Instituto Irmãos Campana. O evento discutiu novos conceitos de criação sob a perspectiva da inclusão. Entre os convidados estavam Guilherme Lobo e Marinalva Almeida. Durante os dois dias foi discutido o mercado de moda e design em temas diversos, como: “Pensando modos de (re) existência”, “Comunicação e Processos da Moda”, “Materiais e tecnologia” e “Inclusão se aprende na escola” com a participação de André Hidalgo, da Casa de Criadores, Karlla Girotto, a jornalista Juliana Lopes, a pesquisadora Maria Sanchez, Flavia Guerra, curadora do Feed Dog Brasil, entre outros.

A Inclusive, iniciativa de ações para inclusão com foco na moda e design, expôs peças adaptadas de Adriana Barra, Juliana Jabur, Mario Queiroz e Isaac Silva. além das marcas Egrey e Cartel 011. Pacientes da Rede de Reabilitação Lucy Montoro customizaram suas próteses com a colaboração da equipe do Instituto Campana.

GALERIA DE FOTOS 

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4
  • Foto 5
  • Foto 6