Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

Canal Digital

Redação - 10/01/2018

Moda lidera pedidos online no Natal

Segmento ficou em primeiro lugar em volume de encomendas, seguido de Eletrodomésticos e Casa e Decoração; sendo que o Faturamento total do e-commerce no período alcançou R$ 8,7 bilhões

Ficou para trás o tempo em que as pessoas tinham receio de fazer compras de roupas pela internet. Pelo primeiro ano desde que começou a ser estudado, o segmento de Moda e Acessórios liderou em volume de pedidos no comércio eletrônico no Natal de 2017 com 13,5% de participação, seguido de Eletrodomésticos (12,3%) e Casa e Decoração (10,4%). No total, o e-commerce faturou R$ 8,7 bilhões, crescimento nominal de 13% na comparação com os R$ 7,7 bilhões registrados no mesmo período do ano passado, segundo a consultoria E-Bit.



A desaceleração econômica ainda se fez sentir no final do ano: o tíquete médio caiu 1%, de R$ 462 para R$ 457. Para este levantamento, a E-Bit considerou as vendas estimadas para o e-commerce entre 15 de novembro e 24 de dezembro, incluindo o período da Black Friday, que em 2017 correspondeu a um quarto do faturamento do setor. De acordo com a consultoria, além dos descontos praticados durante a Black Friday, a queda no tíquete médio reflete também a deflação da cesta de produtos do e-commerce, medida pelo Índice FIPE Buscapé. Os preços estão em queda há 12 meses consecutivos, incluindo dezembro.

Entre as principais categorias vendidas por comércio eletrônico estão Telefonia (que inclui celulares e smartphones), que representou 21% do faturamento no período. Casa e decoração também registrou participação expressiva, com 10,4% dos pedidos e 8,3% do faturamento. O desempenho no período de Natal deverá fazer com que o e-commerce feche 2017 com crescimento próximo de 10%, conforme previsto pela E-Bit no relatório Webshoppers 36.