Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

Estilo

Radar GBLjeans - 02/03/2018

Lacoste elege os 12 key looks do inverno 2019

Felipe Oliveira Baptista revisita a história da marca, busca inspiração no campo de golfe de Chantaco e na figura de Simone Thion de la Chaume para criar uma coleção de filosofia híbrida

A partir da perspectiva da moda encontrada nas ruas nas décadas de 1980/90, a Lacoste incorporou a própria história para conceber uma coleção destinada ao outono/inverno de 2018/19, do norte, de filosofia híbrida, como descreve o comunicado apresentando o desfile realizado em Paris esta semana. Ao final, a marca elege as 12 composições que considera prioritária para a temporada, incluindo calças em denim blue de cortes muito amplos, com elástico na cintura e nas barras ou com recortes nos joelhos, para os homens, e de cintura alta no melhor mom’s para as mulheres.

As estampas remetem ao campo de golfe de Chantaco ainda em antividade, construído na cidade francesa de Saint-Jean-de-Luz, quase na fronteira com a Espanha, pelo pai de Simone Thion de la Chaume, mulher de René Lacoste e campeã francesa de golfe. As padronagens também fazem referência a espécies de árvores que estão ameaçadas de extinção justamente pelo que encontrou nos arquivos da empresa a equipe de criação da Lacoste liderada por Felipe Oliveria Baptista. Ali souberam que durante a segunda guerra mundia, o casal concebeu um projeto de plantio de árvores no campo de Chantaco usando mão de obra local.

Foi uma forma de evitar que essas pessoas fossem enviadas aos campos de trabalho forçado na Alemanha. Nesse período foram plantadas 50 mil árvores numa extensão de 125 acres, que incluíram muitas variedades de pinheiros, além de carvalhos vermelhos, o que ajudou a tornar Chantaco o campo de golfe mais arborizado da França, explica Baptista em comunicado ao mercado.

Segundo o estilista, a intenção foi criar uma coleção de “peças elegantes e funcionais, com foco na atemporalidade, mas de olho nas necessidades do amanhã”. A paleta absorve o espírito da natureza da coleção com verde-folha, tonalidades de ferrugem, tons de avelã e da floresta. A opção foi por tecidos e texturas confortáveis. As estampas remetem ao campo, como em moletons com estampas de gramado, pulôveres largos com ilustrações infantis e motivos pictográficos.

Padrões de Príncipe de Gales e tartan coloridos são combinados ao náilon; as parcas têm mangas reversíveis; as mochilas superleves contam com múltiplos bolsos, feitas de lona de algodão, enquanto as botas de borracha do tipo galocha foram desenhadas em parceria com a Aigle. Inclui camisetas pólo desconstruídas; ponchos de caça selados com a quente; veludo com matelassê; casacos que viram duas peças; jaquetas de couro com mangas destacáveis.

Para o final do desfile, a Lacoste selecionou dez looks com estampas dedicadas a lembrar de dez espécies de árvores ameaçadas de extinção como parte do acordo com a IUCN (International Union for Conservation of Nature). A empresa explica que a parceria envolveu também o desenvolvimento de dez modelos de pólos, nas quais o crocodilo típico da marca será substituído por cada uma das espécies de árvore.

A Lacoste selecionou doze looks considerados essenciais, dos 58 desfilados. Desses, três usaram calças em denim na combinação. Além deles, o GBLjeans incluiu mais algumas opções em jeans.

GALERIA DE FOTOS

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4
  • Foto 5
  • Foto 6
  • Foto 7
  • Foto 8
  • Foto 9