Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Segunda-feira, 23 de Abril de 2018

Economia

Jussara Maturo - 14/03/2018

Varejo de moda vende mais em janeiro

Mesmo com a temporada de liquidações, comércio brasileiro cresceu em volume e em receita em relação a dezembro

A despeito do período de liquidações que se estendeu por janeiro inteiro, o varejo de roupas, tecidos e calçados vendeu mais e faturou mais no mês em relação a dezembro, acompanhando o desempenho do comércio brasileiro como um todo. O volume de vendas das lojas que comercializam itens de moda aumentou 0,9% sobre o mês anterior, enquanto a receita nominal cresceu um pouco menos, 0,7%, refletindo os descontos das promoções, revela a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

De modo geral, o comércio varejista brasileiro teve um janeiro bom depois da queda de dezembro. O volume de vendas subiu 0,9% e a receita nominal expandiu 0,6%. O aumento nas vendas prevaleceu entre as categorias de produtos analisadas, afirma o IBGE no relatório que divulga os resultados mensais.

DESEMPENHO DOS ESTADOS
A comparação com janeiro de 2017 demonstra que o segmento de moda continua a evoluir, mas, perdeu força em janeiro de 2018. Cresceu 0,2% em volume de vendas, basicamente porque a maioria dos 12 estados que são destaque da pesquisa apresentaram queda nas vendas. O volume aumentou em apenas quatro deles: Minas Gerais (7,7%); Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul (7,6%); e Ceará (1,8%). A maior queda nos negócios foi experimentada por Goiás (-17,2%) e Espírito Santo (-17%).

A receita nominal avançou 2,5% no período, nesse caso porque sete estados tiveram crescimento. A maior alta foi no comércio do Rio de Janeiro, onde o faturamento cresceu 10% em relação a janeiro de 2017. Em Minas Gerais a receita das lojas expandiu 9%. No Rio Grande do Sul o avanço foi de 8,2% e no Ceará, 6,3%. Os destaques negativos foram Espírito Santo (-15,8%) e Goiás (-14,1%).