Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

Produção Limpa

Redação - 23/03/2018

Meta da Gap é cortar 10 bilhões de litros de água em dois anos

Empresa americana anunciou o compromisso ontem, 22 de março, Dia Mundial da Água, instituído para lembrar da necessidade de conservar e proteger os recursos hídricos do planeta

A Gap Inc. anunciou a meta ousada de economizar 10 bilhões de litros de água em dois anos ao longo do processo de produção de suas coleções. Até o final de 2020, a empresa adotará medidas que afetarão também seus fornecedores, em todas as partes do mundo, desde a compra de algodão até tecido, passando pela etapa de lavanderia do jeans e inovações em design de produtos, afirma o comunicado da empresa ao mercado, divulgado ontem, 22 de março, Dia Mundial da Água, instituído para lembrar da necessidade de conservar e proteger os recursos hídricos do planeta.

Segundo a Gap, entre 2014 e 2015, os projetos em andamento obtiveram economia de 2,4 bilhões de litros de água. Entre as iniciativas citadas o comunicado aponta o Mill Sustainability Program, que estimula a adoção de boas práticas sociais e ambientais nas fábricas de tecidos que fornecem para as marcas da empresa (Gap, Banana Republic, Athleta e Old Navy); e o Water Quality Program, destinado a incentivar as lavanderias que prestam serviço ao grupo a melhorar a qualidade da água usada no beneficiamento do jeans antes de ser descartada.



Na área de denim, cita o programa de lavagem de denim inteligente denominado Washwell, que começou em 2016 e até o final de 2017 poupou em torno de 10 bilhões de litros de água, afirma a empresa. Segundo a Gap, os 10 bilhões de litros que pretende economizar seriam suficientes para atender a demanda diária por água potável de 5 milhões de pessoas. Mas não atribui por quanto tempo.

“Acreditamos que o acesso à água potável, limpa e segura é um direito humano fundamental, por isso nos esforçamos para garantir que o processo de confecção de nossas roupas seja seguro para pessoas e comunidades. Não é apenas a coisa certa para as pessoas e para o planeta, também é crucial para o crescimento de nossos negócios”, declarou no comunicado David Hayer, vice-presidente sênior de sustentabilidade global e presidente da Gap Foundation.

META PARA O ALGODÃO
A estratégia na área de manufatura visa, ainda, o algodão, cultura especialmente intensiva em água. Desde 2016, a Gap participa da Better Cotton Initiative (BCI), tendo até o momento comprado 100 milhões de libras de algodão certificado (em torno de 45 mil toneladas), dos quais pouco mais da metade empregada nas coleções da marca Gap (52 milhões de libras),afirma a empresa. Como parte do compromisso, a marca Gap estabeleceu a meta de usar 100% do algodão de fontes sustentáveis até 2021, incluindo fibras da BCI, orgânicas, recicladas e cultivadas nos Estados Unidos.