Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

Economia

Redação - 18/04/2018

Economia brasileira pode crescer 2,3% este ano

Projeção divulgada pelo FMI considera inflação em níveis historicamente baixos e retomada de demanda depois da forte contração entre 2015 e 2016

A economia do Brasil deverá crescer 2,3% em 2018 e avançar outros 2,5% em 2019, depois da expansão de 1% registrada em 2017. A projeção é do FMI (Fundo Monetário Internacional) que reviu as estimativas feitas há três meses. Mesmo considerando as incertezas políticas, por conta das eleições em outubro, o organismo regulador voltou a melhorar a previsão em função da inflação que se mantém em níveis historicamente baixos e da retomada do consumo depois da forte retração entre 2015 e 2016, aponta o relatório Perspectiva Econômica Mundial, divulgado nessa terça-feira, 17 de abril.



O FMI espera inflação entre 3% e 4% em 2018 para o Brasil. Em 2017, a inflação anual do país foi de 2,88%. O relatório torna a tratar a reforma da Previdência Social, que precisa de aprovação do Congresso Nacional, como uma das prioridades políticas do país. E defende que a mudança é necessária para assegurar a sustentabilidade fiscal no longo prazo.

A despeito da previsão de aumento do PIB brasileiro, o avanço está abaixo da média da economia global que o FMI situa em 3,9% para 2018 e a mesma taxa de crescimento em 2019. Mesmo desacelerando, a China está entre os países de maior expansão, com estimativa de crescer 6,6% em 2018 e 6,4% em 2019 (em 2017, teve expansão de 6,9%). Para a Índia, as projeções do FMI aponta para alta do PIB de 7,4% este ano e de 7,8% para o próximo, ante 6,7% em 2017.