Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

Internacional

Radar GBLjeans - 19/04/2018

As marcas preferidas da geração Z

Adolescentes americanos com idade média de 16 anos migram o estilo do mundo esportivo para o streetwear de uma estação para a outra

Os adolescentes americanos da geração Z, com idade média de 16 anos, gastaram menos tempo em shopping centers, optando por comprar em sites de comércio eletrônico. E têm dado preferência por marcas mais associadas com o streetwear, sinalizando para o fim do ciclo da moda esportiva observada nas estações passadas. Nos Estados Unidos, os consumidores da geração Z sustentam 7% das vendas no varejo estimadas em US$ 830 bilhões por ano, de acordo com a pesquisa Taking Stock With Teens, conduzida pelo banco de investimentos Piper Jaffray, que semestralmente monitora os hábitos de consumo de cerca de 6 mil jovens.

Entre as marcas de roupas, a Nike continua a liderar o ranking adolescente, com 31% das preferências. Mas sua participação caiu para 23% em duas estações. Sumiram dos cinco primeiros lugares H&M, Lululemon e Hollister. A Adidas tem se fortalecido há duas edições da pesquisa, alcançando agora 6%, o dobro do que tinha há um ano. O relatório da pesquisa aponta ainda a ascensão da Supreme que saiu do 10º lugar para o 7º, reforçando o movimento em direção ao streetwear.



A American Eagle mantém-se em segundo lugar no ranking de marcas de roupas com 10% e a Forever 21 avançou para 5% (antes 4%) junto com a Urban Outfitters (5%). Outro ponto ressaltado pela pesquisa é o fato de que a Ralph Lauren perdeu fatia entre os consumidores masculinos de roupa, saindo do grupo das dez marca preferidas, onde estava desde 2002.

Para compras online, 44% dos adolescentes americanos optam pela Amazon. Os demais websites do ranking estão bem longe desse domínio: Nike (6%), American Eagle (4%), Urban Outfitters (3%) e Forever 21 (3%). O eBay não figura mais entre os cinco preferidos por esses consumidores.

Outros resultados apontam a hegemonia da Netflix, a preferida de 39% dos adolescentes entrevistados. O Youtube tem crescido e chegou a 30%, enquanto a TV paga perde espaço caindo para terceiro lugar com 20% (detinha fatia de 23% há um ano). Em redes sociais, o Snapchat é o mais usado pelos teens americanos (45%), seguido do Instagram (26%), que vem subindo. O Facebook que chegou a ultrapassar o Twitter no semestre passado tornou a ficar em quarto lugar com 8%. Em terceiro na pesquisa atual está o Twitter com 9%. O Pinterest está há um ano e meio estacionado em quinto lugar, sendo mencionados por apenas 1% dos consumidores da Geração Z.