Acesse o GBL Jeans

Esqueci minha senha

Cadastro

Selecionar de Idioma

Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

Canal Digital

Jussara Maturo - 17/09/2018

Startup nacional lança espelho interativo

O Fitting You pode ser colocado dentro ou fora do provador, sendo operado pelo próprio consumidor

Fundada no final do ano passado, a ICX Labs chega ao mercado com o lançamento do Fitting You, espelho interativo com tela de touch screen operada pelo próprio consumidor que pode ser instalado dentro do provador ou fora, no ambiente de loja. O posicionamento vai depender da intenção do varejista ao investir em tecnologia de consumo. O espelho pode funcionar como um agente de captação de dados para gestão, de conversão de vendas, de integração da loja física com o ecommerce ou de tudo isso associado, explica ao GBLjeans Fábio Avellar, executive partner da ICX Labs, a empresa brasileira que desenvolveu a solução e que se prepara para colocar em funcionamento seu primeiro piloto em uma das maiores cadeias de lojas de roupas do país, em outubro, para testar a eficiência do recurso para conversão de vendas.

O Fitting You é um espelho interativo destinado a lojas de roupas e acessórios, tanto que um dos projetos mais avançados da ICX Labs envolve uma unidade de uma rede de franquias de calçados e bolsas femininos, que opera com estoque local mínimo e quer se valer também do ecommerce da marca. Segundo Avellar, a intenção é o consumidor navegar pelo catálogo de produtos e experimentar o que quer e se não encontrar, encomendar pelo canal de comércio eletrônico, para retirar na própria loja ou receber o produto em casa.

O executivo conta que as funções do espelho interativo foram também testadas em uma loja de roupas femininas no interior de São Paulo, com quatro provadores. E o equipamento foi instalado em apenas um deles para medir o impacto. Conforme Avellar, com o espelho, a loja chegou a 30% de conversão de vendas, porque os clientes passaram a navegar pelas opções, buscando tamanhos e cores diferentes ou aceitando experimentar sugestões de combinações.

COMO FUNCIONA
O espelho tem vidro refletivo especial recoberto por uma película sensível ao toque das pontas dos dedos para acionar as funcionalidades. A ICX Labs desenvolveu o harware e o software do equipamento, que funciona de forma independente ligado a uma tomada elétrica. Isso significa que não precisa estar conectado à rede de computadores da loja. Um processador interno armazena o banco de dados, por exemplo, do lookbook e das associações entre produtos. A conexão online será necessária, porém, para o caso de checkout pelo próprio espelho ou para consulta de estoque, explica Avellar.

Sobre preço ele não informa. Ele ressalta que como a configuração do Fitting You permite uma série de adaptações, feitas de acordo com a demanda da loja, o preço dependerá do nível de customização. Mas avalia que a conta de custo/benefício na instalação do espelho interativo começa a interessar para lojas que faturem acima de R$ 70 mil por mês. Inicialmente, o alvo da startup são as lojas de roupas e acessórios instaladas em shopping centers.

Dentro do provador, o espelho interativo permite ainda que o consumidor ajuste a iluminação escolhendo diferentes cenários, como o de uma festa ou balada. “Esse é um recurso útil para uma loja de roupas de festa, por exemplo, para reprodução da cor em determinado ambiente”, justifica o executivo. Também tem funções para solicitação de peças, acionando o vendedor por um app.

Avellar lembra que o principal problema das grandes cadeias de lojas de roupas é perder venda devido à necessidade do consumidor de pedir outro tamanho de peça ou cor e não ter um vendedor disponível que possa fazer esse atendimento, como muitas vezes acontece em dias de grande movimento, ou dele encontrar filas longas no caixa. O software do espelho permite ainda que o cliente crie uma lista de desejos e que seja lembrado dela, entre outras funções.

Do ponto de vista do lojista, os dados captados pelo espelho interativo ajudam a acompanhar “o atendimento diário, o número médio de peças por cliente, conversão de vendas por cliente, conversão de vendas x SKU – levados ao provador, comprados e lista de desejos, etc”, detalha a startup.

Ampliar
  • Foto 1
  • Foto 2