Vicunha fará lançamento ecofriendly

Vicunha fará lançamento ecofriendly

Fabricante mostrará novidades ao final de novembro em evento com transmissão online, destacando tecidos com material reciclado.

Vicunha fará lançamento ecofriendly

A Vicunha fará lançamento da coleção V2 do ano no final de novembro. “O próximo lançamento não terá artigo algum sem ser ecofriendly”, afirmou Marcel Imaizumi, diretor de operações da companhia, em painel sobre sustentabilidade, promovido pela DCSP (Denim City São Paulo), da qual é uma das patrocinadoras. Ele mencionou o perfil dos novos produtos como exemplo do esforço da empresa por inovação.

Entre as novidades já adiantadas pela Vicunha estão três tecidos produzidos integralmente com insumos reciclados – um de denim e dois de denim color. Na composição empregam algodão reciclado, elastano Lycra EcoMade (com 20% de material reciclado), poliéster reciclado e liocel reciclado. Os artigos terão tingimento à base de resíduos naturais. “Seremos o primeiro fabricante de denim brasileiro a usar os corantes Earthcolor, da Archroma”, ressaltou Lorena Botti, em palestra da Vicunha na DCSP sobre tendência de moda e as soluções desenvolvidas para responder à demanda.

Ela citou o novo tingimento como parte da oferta alinhada com o driver da moda Plant Based, que reflete a relação mais estreita do consumidor com as plantas, valorizando, por exemplo, tingimentos botânicos.

2020: O ANO QUE PARECE UMA DÉCADA

Os quatro drivers de moda apresentados pela Vicunha refletem os efeitos da pandemia da covid-19 sobre os humores das pessoas ao longo de 2020. “O ano pode ser considerado uma década por tudo que passamos. Teve medo, inseguranças e crise. A pandemia também trouxe o sentimento de união, valorização do coletivo e manter o cuidado”, analisou a cool hunter da empresa.

Além do Plant Based, Lorena apontou mais três drivers. Outra trend indicada pela empresa fala de Resíduos Positivos para abordar a questão da circularidade no jeans, considerada missão bastante complexa, conforme Marcel Imaizumi já destacara em sua participação na roda sobre inovação no setor.

O driver Origin to Us propõe discutir a rastreabilidade na cadeia do jeans do campo até o consumidor. O quarto driver ‘-É+’ aponta a moda orientada ao minimalismo, ao essencial, o que para a indústria está relacionado com a economia de processos e recursos, ponderou Lorena.