Vicunha fomenta criativos emergentes

Vicunha fomenta criativos emergentes

Política do fabricante envolve curadoria desde a escolha dos tecidos a trabalhos em lavanderia.

A mensagem propondo colaboração chegou pelo canal Fale Conosco da empresa. O contato que poderia cair no vácuo da comunicação interna seguiu para o marketing até a tela de Chico Gonzalez e sua equipe. É ele quem coordena as ações pelas quais a Vicunha fomenta criativos emergentes. Da conversa em maio, nasceu a collab mais recente, costurada com a marca paulista Repolho.

Há sete anos no mercado, a Repolho começou com camisetas. Alinhada ao universo skatista, incluiu no portfólio modelos de camisa, calças e shorts. Agora, quer fazer jeans.

Como não domina o tratamento de transformação do denim realizado em lavanderia, prefere dar o start com denim colour.

Essa é uma decisão bastante comum entre os que ensaiam lançar uma linha de jeans.

Depois de uma rápida pesquisa sobre os interesses do criativo e estilo da marca, Chico, como é mais conhecido, monta uma arara com tecidos que mais se alinham ao perfil e às tendências de moda. A ida ao showroom, recomendada por Chico, foi o ponto alto do encanto do estilista com o denim e suas possibilidades.

A estratégia aperfeiçoada em 18 anos de casa tem funcionado, garante o coordenador. “Quando eu entrei, tentei aprimorar na linha de malharia e activewear. Depois que fui para denim e denim colour isso cresceu mais. Eu percebi que essa moeda de troca tinha que crescer cada vez mais, porque a interpretação dos estilistas era incrível”, avalia.

QUANDO COMEÇOU

Vicunha fomenta criativos emergentes
Moore

Inicialmente, a Vicunha apoiava apenas eventos e estilistas. Esteve no Phytoervas Fashion, que virou Morumbi Fashion, o embrião que deu origem à atual SPFW.

Além disso, patrocina a Casa de Criadores desde a primeira edição, assim como foi a primeira têxtil a fornecer tecidos para o Concurso Moda Inclusiva, que era promovido pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, do estado de São Paulo.

A empresa também incentivava a aproximação com os estudantes das faculdades de moda com o Denim Day, cuja agenda Chico espera retomar no ano que vem.

O apoio foi estendido até as marcas que estão dando os primeiros passos no mundo do jeans e que apresentam projetos promissores e inovadores, passando por um olhar crítico da têxtil.

O coordenador comenta que essa é uma via de mão dupla: “Todo mundo sai ganhando com essas parcerias. O estilista se beneficia com os nossos tecidos e com a consultoria que prestamos, de forma 100% gratuita, ampliando o seu leque de conhecimento, e nós, como empresa, fortalecemos nosso propósito de estimular a cultura do jeanswear e nos posicionar na vanguarda da moda brasileira, fomentando talentos emergentes e ajudando a dar voz a iniciativas inspiradores e inovadoras na nossa cadeia”.

TROCA COLABORATIVA

A Vicunha está aberta a fomentar talentos, fornecendo, além do tecido, todo o conhecimento técnico e mercadológico de seus profissionais. O patrocínio nunca envolve apoio financeiro. “Eles amam a parceria porque o tecido bota a coleção de pé”, afirma o coordenador.

Os metros cedidos são considerados suficientes para que a marca desenvolva uma cápsula, ou drop, como se costuma dizer hoje. Recentemente aconteceram apoios para drops com Carnam, Welcome Singapura e Dod Alfaiataria. Sempre com a consultoria e curadoria dos profissionais da empresa, seja do estilo ou da lavanderia, quando necessário.

A parceria também funciona quando a Vicunha se junta aos estilistas para impulsionar e comunicar novas tecnologias ao mercado têxtil, como por exemplo, a V.Tech Protective, de tecidos funcionais com acabamento de proteção anti-covid.

Nessa ação, 13 estilistas deram suas interpretações aos novos artigos, mostrada em desfile virtual durante a pandemia. Foram criações exclusivas de marcas com as quais a Vicunha já se relaciona, como À La Garçonne, Another Place, Amapô, Isaac Silva, Cartel 011, entre outras tantas.

Uma parceria como essa consegue impulsionar a chegada de uma importante inovação ao mercado têxtil, usando das mãos talentosas de estilistas parceiros que traduzem sua visão de moda a uma solução relevante para todo o mercado têxtil.

Um comitê interno avalia as propostas que chegam. “A demanda aumentou muito nos últimos anos. E isso ajudou a apurar nosso radar”, reconhece Chico.

Ao apoiar esses projetos, a contrapartida é que estilistas e marcas beneficiados usem, de fato, o material cedido. “Seja em um desfile ou numa ação de drop”, comenta o coordenador. Por isso, a Vicunha faz questão de ajudar no processo de escolha e aplicação das bases. “Não queremos que o projeto frustre”, resume.

As colaborações não se limitam aos emergentes. A Vicunha tem multiplicado os desenvolvimentos de cápsulas com grandes magazines, como C&A, Renner e Riachuelo. E marcas como Replay, CK, Reserva e UMA.

A próxima collab com convidados será em outubro, quando a empresa anuncia o segundo lançamento do ano, com novidades que devem agitar o mercado brasileiro de denim.

BALANÇO DO FOMENTO

Vicunha fomenta criativos emergentes
Zat por Rocio

Chico afirma que a Vicunha fomenta criativos emergentes como missão de empresa protagonista do setor. “É uma forma de trazer excelência e dinamismo para a indústria têxtil”, entende.

Um balanço de 2019 a maio de 2021 mostra que a Vicunha fomenta no período cerca de 70 marcas, das quais 40% se tornaram clientes regulares.

Nesse período, em que o mercado travou por causa da pandemia de covid-19, a empresa forneceu quase 42 mil metros de tecido para marcas apoiadas, sendo em torno de 30 mil metros de artigos de sarja.

Contou, ainda, com a criação do VTEX, Banco de Tecidos que apoiou estilistas na confecção de máscaras e na realização de projetos sociais para atender às necessidades urgentes impostas pela crise sanitária.

HIGHLIGHTS DE APOIO

  • SPFW
  • Casa de Criadores
  • Brasil Eco Fashion
  • Concurso Moda Plus Size
  • Projeto Beleza no Carcere
  • Teatro Baile
  • Sou de Algodão + Re Roupa
  • Casa Cor – Espaço Michel Safatle
  • Projeto PIM – Periferia Inventando Moda
  • SPFW
  • Casa de Criadores
  • Brasil Eco Fashion
  • Osasco Fashion Week
  • Dragão Fashion
  • Banco de Tecido da Vicunha: suporte a parceiros para produzirem máscara de proteção respiratória anti-covid 19. Apoio se estende de hospitais a prefeitura, como a cidade de Sumaré, no interior paulista.
  • Amigos do Bem
  • Doutores da Alegria
  • Parceria Ginger + Vicunha
  • SPFW – Projeto Sanfoka
  • Projeto Cerzindo – Capacitação de Refugiados
MARCAS APOIADAS DE 2019 A MAIO DE 2021
12DNM25Diego Gama49MISCI
2A La Garçonne26Dod Alfaiataria50Modem Studio
3Akamine27Dreher51Moffo
4Alex Kazuo28Felipe Fanaia52Neriage
5Alex Santos29Gabriela Sakate53Notequal
6Amapo30Ginger54Open Studio
7Angela Brito31Gloria Coelho55Pedro Andrade
8Another Place32Guadalupe56Piet
9ÃO33Heloisa Faria57Podre de Rico 
10Beau Goss34Igor Dadona58Priscila Santos
11Blaze Supply35Isaac Silva59Rafael Caetano
12Blue Bird36Jal Vieira60Rafael Silvério
13Boldstrap37Kaio Koia61Renata Buzzo
14Boutique Venenosa38Kengá62Replay
15Cabra Store39Kimoh63Reptilia
16Capulana40Korshi64Rocio Canvas
17Cartel 01141Le BENITES65Rodrigo Evangelista
18Cho42LED66Sankeone
19D-Aura43Lindenberg67Senplo
20Dario Mitman44Lu Amarante68Tom Martins
21David Lee45Lucas Leao69UMA
22Dendezeiros46Maison Revolta70Vihe
23Denim Head47Marcelo Von Trapp71VIVAO PROJECT
24Diego Favaro48Mareu72Zineu Simonato